Segundo aeromoça que se encontrava a bordo, o animal estava enrolado em um cobertor para que parecesse um bebê

Uma mulher foi acusada de ter amamentado seu gato — e se recusado a parar, quando solicitada — durante um recente voo doméstico da companhia aérea Delta Airlines. A passageira viajava de Syracuse, em Nova York, para Atlanta, na Geórgia.

Não há imagens do incidente, mas uma comissária de bordo confirmou a história, e circula na internet uma reprodução da tela de mensagens do sistema que os pilotos utilizam para se comunicar. Nela, consta que um passageiro do assento 13A está “amamentando um gato e não o coloca de volta na transportadora”. O piloto pede ainda que a situação seja tratada pelos Red Coats, profissionais especializados em atendimento ao cliente e treinados para lidar com os problemas dentro da aeronave.

Segundo a Fox News, uma comissária que estava trabalhando no voo compartilhou nas redes sociais mais detalhes sobre o ocorrido. Ela disse que o gato que estava com a mulher era “daqueles sem pelos” e que o pet estava “enrolado em um cobertor para que parecesse um bebê”. “A camisa dela estava levantada, e ela estava tentando fazer o gato mamar”, escreveu.

Até o momento, não se sabe o que teria acontecido depois que a passageira e o gato deixaram o avião.

 

Fonte:  R7

Foto: Freepik