Home » Informação » SpaceX lança com sucesso a primeira missão privada para a Estação Espacial Internacional

Três empresários e um ex-astronauta ficarão uma semana fazendo experimentos na estação

Três empresários e um ex-astronauta decolaram nesta sexta-feira (8) a bordo de um foguete SpaceX na primeira missão totalmente privada à Estação Espacial Internacional (ISS), onde ficarão por mais de uma semana.

A decolagem ocorreu às 11h17 (12h17 no horário de Brasília) no Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, Flórida.

Desde 2000, vários novatos viajaram para a ISS. A Rússia enviou no ano passado uma equipe de filmagem e um bilionário japonês. Mas todos fizeram a viagem a bordo de foguetes Soyuz e acompanhados de cosmonautas.

Desta vez, é a empresa Axiom Space que organizou a viagem, em colaboração com a SpaceX e a Nasa, que foi paga pelo uso de sua estação.

O comandante da missão, chamada Ax-1, é o hispano-americano Michael López-Alegría, um ex-astronauta que já esteve na ISS.

 

Os outros membros da equipe pagaram milhões de dólares para fazer parte da missão. O papel do piloto é ocupado pelo americano Larry Connor, dono de uma imobiliária.

Também viajaram a bordo o canadense Mark Pathy, chefe de uma empresa de investimentos, e o ex-piloto Eytan Stibbe, cofundador de um fundo de investimentos.

Stibbe é o segundo astronauta israelense da história, depois de Ilan Ramon, que morreu em 2003, na explosão do ônibus espacial americano Columbia, em seu retorno da ISS.

“Ele era um bom amigo”, disse Stibbe em entrevista coletiva na semana passada. “Vou continuar com a experiência que começou há 19 anos, focada na observação de tempestades.”

Os quatro homens têm uma agenda muito ocupada, com cerca de 25 experiências a realizar sobre envelhecimento, saúde do coração e células estaminais.

“Os experimentos que estou fazendo, de universidades e institutos de pesquisa canadenses, provavelmente não poderiam ser realizadas no espaço sem esta missão”, disse Pathy.

Por esta razão, entre outras, é que os membros da Ax-1 rejeitam a descrição de turistas espaciais.

“Acho importante diferenciar turistas espaciais de astronautas particulares”, estimou Connor.

Os primeiros “passam de 10 a 15 horas treinando [e] de cinco a dez minutos no espaço […] Passamos entre 750 e mais de 1.000 horas treinando”. Ele e López-Alegría foram treinados no sistema Dragon da SpaceX.

Todos aprenderam como reagir no caso de uma situação de emergência na estação. Mas também a realizar tarefas da vida diária em gravidade zero. Sua formação é, no entanto, menos extensa do que a dos astronautas profissionais, que devem ser capazes de sair no espaço ou consertar equipamentos.

Os membros da Ax-1 “usarão os banheiros, mas, se os quebrarem, nossa equipe os consertará”, disse Dana Weigel, oficial da Nasa, nesta quinta-feira.

A cápsula Dragon deve atracar na ISS neste sábado (9) por volta das 7h30 (8h30 de Brasília). Na chegada, a equipe visitará a estação antes de começar a trabalhar.

 

História curta e de sucesso

É a sexta vez que a SpaceX voa com humanos, a quinta para a ISS. O primeiro voo ocorreu há menos de dois anos.

A Axiom Space concluiu um acordo de quatro missões com a SpaceX, e a Nasa aprovou formalmente o início de uma segunda, Ax-2.

Para a Axiom Space será o início de uma etapa rumo a um objetivo ambicioso: a construção da própria estação espacial.

“É importante para nós podermos repetir” essas missões “em menor escala”, disse Michael Suffredini, chefe da empresa.

O primeiro módulo da estação privada está programado para ser lançado em setembro de 2024. A estrutura será primeiro acoplada à ISS antes de se tornar autônoma quando o laboratório orbital for desativado, o que deve ocorrer por volta de 2030.

Esse movimento de privatização da órbita baixa é impulsionado pela Nasa, que quer gerar receita com essas missões privadas e, no longo prazo, não ter que gerenciar a operação de uma estação, mas sim alugar os serviços de estruturas privadas, para se concentrar na exploração distante.

 

Fonte: R7 – AFP Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER/SPACEX

Eu Quero a Record TV