Home » Informação » Rússia acusa Reino Unido de estar envolvido em explosões contra gasodutos

Em resposta, a Defesa britânica denunciou no Twitter ‘falsas alegações’ russas para ‘desviar a atenção’

O Exército russo acusou Londres neste sábado (29) de envolvimento nas explosões que causaram vazamentos em setembro nos oleodutos Nord Stream 1 e 2 no mar Báltico, construídos para transportar gás russo para a Europa.

“Representantes de uma unidade da Marinha britânica participaram do planejamento, fornecimento e execução do ato terrorista no mar Báltico em 26 de setembro para danificar os gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2”, disse o Ministério da Defesa russo no Telegram.

A Defesa britânica denunciou no Twitter “falsas alegações” russas para “desviar a atenção”.

A Rússia reclamou repetidamente que não foi incluída na investigação internacional sobre os vazamentos do Nord Stream que se seguiram à suposta sabotagem.

A Justiça sueca anunciou na sexta-feira a intenção de realizar uma nova inspeção dos gasodutos, assim como o consórcio Nord Stream, que enviou um navio civil sob bandeira russa.

Em 26 de setembro, quatro grandes vazamentos foram detectados nos gasodutos Nord Stream 1 e 2 na ilha dinamarquesa de Bornholm, dois na zona econômica sueca e dois na zona econômica dinamarquesa.

As inspeções submarinas preliminares reforçaram as suspeitas de sabotagem, pois os vazamentos foram precedidos por explosões.

Desde o conflito na Ucrânia, os dois gasodutos, que ligam a Rússia à Alemanha, estão no centro de tensões geopolíticas, alimentadas pela decisão de Moscou de cortar o fornecimento de gás para a Europa em suposta retaliação às sanções ocidentais.

 

Fonte: R7 – AFP Foto: STRINGER / AFP-25/10/2022

Eu Quero a Record TV