Home » Informação » Polícia afirma ter frustrado tiroteio em 4 de julho nos Estados Unidos

Após denúncia, autoridades prenderam pessoas que supostamente planejavam um ataque; armas foram apreendidas com suspeito

A polícia de Richmond afirmou nesta quarta-feira (6) que frustrou um tiroteio na cidade durante as comemorações de 4 de Julho, na mesma data em que um homem matou sete pessoas em um desfile em Highland, na região de Chicago.

Segundo o comandante da polícia de Richmond, Gerald Smith, uma pessoa avisou à polícia que havia ouvido uma conversa sobre um plano para atacar Dogwood Dell, grande parque da cidade onde milhares de pessoas iriam se reunir para assistir a shows e à queima de fogos de artifício no feriado.

O telefonema levou a polícia em 1º de julho a um imóvel onde encontrou um dos dois homens potencialmente envolvidos com dois rifles de assalto, um revólver, carregadores e munição. Identificado como Julio Alvardo-Dubon, de 52 anos, cidadão não americano, ele foi preso por posse de armas de fogo.

O segundo suspeito, Rolman Balcarcel, de 38 anos, foi preso ontem sob as mesmas acusações. “Sua intenção era realizar um tiroteio em massa durante as comemorações de 4 de Julho”, disse Gerald Smith, acrescentando que o motivo é desconhecido.

Smith elogiou a pessoa não identificada que avisou a polícia em Richmond, situada a 153 km de Washington. “Não se sabe quantas vidas esse cidadão herói salvou com um telefonema”, ressaltou.

A localidade de Highland Park, no Illinois, segue comovida com o massacre de segunda-feira, no qual sete pessoas morreram e outras 46 ficaram feridas.

 

Fonte: R7 – AFP Foto: MAX HERMAN/AFP – 5.7.2022

Eu Quero a Record TV