Home » Informação » Homem que matou quatro pessoas em Oklahoma tinha como alvo cirurgião que o operou, diz polícia

Atirador, identificado como Michael Lewis, se suicidou após abrir fogo dentro de um hospital

A polícia de Tulsa, no estado americano de Oklahoma, disse nesta quinta-feira (2) que o homem que matou quatro pessoas a tiros em um hospital foi ao local para matar um médico que ele culpava pelas dores que sentia após uma cirurgia.

O atirador, identificado como Michael Lewis, entrou na unidade de saúde com um fuzil AR-15, abriu fogo e matou quatro pessoas, disse o chefe da polícia de Tulsa, Wendell Franklin, em entrevista coletiva.

Além das quatro pessoas mortas, várias outras ficaram feridas. Lewis, que se suicidou, deixou uma carta no local, disse Franklin.

O ataque ocorreu após dois tiroteios em massa que reabriram um longo debate a respeito do maior controle sobre a posse de armas de fogo e do papel da saúde mental na epidemia de violência armada que assola os Estados Unidos.

 

Fonte: R7 – Reuters Foto: MICHAEL NOBLE JR./REUTERS – 01/06/2022

Eu Quero a Record TV