Home » Informação » Governo britânico confirma extradição de Julian Assange para os Estados Unidos

Governo norte-americano quer julgar Assange pelo vazamento de milhares de documentos sigilosos

O governo britânico confirmou, nesta sexta-feira (17), que o fundador da plataforma WikiLeaks, Julian Assange, será extraditado para os Estados Unidos, onde é acusado de ter divulgado documentos confidenciais.

“Em virtude da lei de 2003 sobre a extradição, a ministra assinará uma ordem de extradição, se não houver motivo para proibi-la”, disse um porta-voz do Ministério do Interior, confirmando que a ministra do Interior, Priti Patel, assinou o decreto de extradição de Assange, que tem 15 dias para apelar da decisão.

Os Estados Unidos querem julgar Assange pelo vazamento, desde 2010, de mais de 700 mil documentos confidenciais sobre atividades militares e diplomáticas americanas, especialmente no Iraque e no Afeganistão.

O australiano está detido na prisão de alta segurança de Belmarsh, perto de Londres, desde que foi preso de surpresa em abril de 2019 dentro da embaixada equatoriana na capital da Inglaterra depois que o então presidente Lenín Moreno retirou o asilo concedido por seu antecessor Rafael Correa.

 

Fonte: R7 Foto: PETER NICHOLLS/REUTERS – 11.4.2019

Eu Quero a Record TV