Home » Informação » Contrabandista é preso nos EUA com 60 cobras e lagartos escondidos nas calças

Esquema de mais de R$ 3,8 milhões envolvia importar animais ilegalmente de lugares como México e Hong Kong

Um homem que escondia cobras e lagartos dentro das calças para introduzi-los nos Estados Unidos como parte de um contrabando de US$ 750 mil (mais de R$ 3,8 milhões) pode ser condenado a décadas de prisão, anunciaram autoridades na última quarta-feira (24).

Na Califórnia, José Manuel Pérez traçou um plano que envolvia trazer 1.700 animais para os Estados Unidos ao longo de seis anos, a partir do México e de Hong Kong.

Em acordo negociado com o Departamento de Justiça, Pérez admitiu que pagou mulas para transportar parte da carga ilícita, e que, em outras ocasiões, ele mesmo cruzou a fronteira com os répteis.

Os animais que ele adquiriu, entre eles tartarugas, filhotes de crocodilo e lagartos, foram vendidos a clientes de todo o país por mais de US$ 739.000 (cerca de R$ 3,7 milhões), segundo documentos.

O homem foi descoberto em março, quando tentava dirigir do México com 60 animais escondidos nas roupas. Após dizer aos funcionários que viajava com lagartos de estimação nos bolsos, descobriram que ele transportava 60 répteis, entre eles cobras. Três dos animais estavam mortos.

Pérez aceitou duas acusações de contrabando, cada uma com pena de mais de 20 anos de prisão, e uma de tráfico de animais selvagens, o que resulta em até cinco anos de cadeia. A sentença do contrabandista será anunciada em dezembro.

 

Fonte: R7 – AFP Foto: HANDOUT/NATIONAL PARK, WILDLIFE AND PLANT CONSERVATION DEPARTAMENT (DNP)/AFP – 17.8.2022

Eu Quero a Record TV