Home » Informação » Biden quer reforçar controle de armas de fogo ‘fantasmas’ nos EUA

Armamentos desse tipo podem ser montados em casa e são difíceis de serem rastreados pela polícia por não terem número de série

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciará nesta segunda-feira (11) novas medidas contra as chamadas “armas fantasmas”, que podem ser montadas em minutos em casa e são difíceis de rastrear porque não têm números de série.

O decreto, que levou um ano para ser elaborado, diz respeito a um tipo de arma que as autoridades dizem estar aparecendo cada vez mais em relatórios policiais nos Estados Unidos.

Elas são as “armas de predileção de muitos criminosos violentos”, declarou a Casa Branca em um comunicado.

Em virtude das novas medidas, as partes separadas que podem ser facilmente montadas para fazer uma arma de fogo funcional estarão sujeitas aos mesmos regulamentos das armas já montadas e disponíveis para a venda, explicaram autoridades do governo.

Os vendedores das peças serão obrigados a fazer verificações dos antecedentes dos potenciais compradores.

Os fabricantes também serão obrigados a incluir um número de série nos principais componentes da arma, e os revendedores autorizados que receberem uma “arma fantasma” em seu inventário também serão obrigados a adicionar um número de série a ela, disse o Departamento de Justiça em comunicado.

 

Além disso, para reforçar os esforços de rastreamento, as novas medidas estabelecem que os comerciantes de armas licenciados pelo governo federal deverão manter os registros de toda sua vida comercial, e não por um período de 20 anos, como é o caso atualmente.

“Este regulamento tornará mais difícil para os criminosos obter armas não rastreáveis”, permitirá que os policiais “obtenham as informações necessárias para solucionar crimes” e “ajudará a reduzir o número de armas não rastreáveis que abundam em nossas comunidades”, disse o procurador-geral americano, Merrick Garland.

De janeiro de 2016 a dezembro de 2021, a Agência de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos (ATF) dos Estados Unidos recebeu aproximadamente 45.240 denúncias de armas de fogo supostamente fabricadas por particulares que foram recuperadas pelas autoridades, informou o Departamento de Justiça.

As denúncias estavam vinculadas a pelo menos 692 investigações de homicídios ou tentativas de homicídios, acrescentou.

Nesse período, a ATF conseguiu rastrear apenas 0,98% das supostas “armas fantasmas”, observou o departamento.

 

Fonte: R7 – AFP Foto: CHIP SOMODEVILLA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP

Eu Quero a Record TV