Home » Informação » Arnold Schwarzenegger pede a Putin que pare a guerra na Ucrânia

Astro de ‘Exterminador do Futuro’ e ex-governador da Califórnia publicou no Twitter uma mensagem emocionada ao povo da Rússia

O ator e político austríaco-americano Arnold Schwarzenegger pediu nesta quinta-feira (17) ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, que pare a guerra “sem sentido” na Ucrânia, em um vídeo no qual ele denuncia a propaganda do Kremlin e chama de heróis os russos que protestam contra o conflito.

“A Ucrânia não começou esta guerra”, disse o astro de Exterminador do Futuro e ex-governador da Califórnia em uma mensagem emocionada ao povo da Rússia e às tropas russas, postada em sua conta no Twitter, onde tem 4,9 milhões de seguidores.

“Eu estou falando com vocês hoje porque estão acontecendo coisas no mundo que estão sendo escondidas de vocês, coisas terríveis que vocês precisam saber”, disse ele no vídeo de nove minutos, com legendas em russo e inglês.

O ex-campeão de fisiculturismo nascido na Áustria, cujo filme Red Heat (Inferno Vermelho, 1988) foi o primeiro longa americano rodado na praça Vermelha de Moscou, falou de sua afeição de longa data pelo povo russo e sua emoção ao conhecer seu ídolo, o levantador de peso russo Yuri Vlasov, quando ele tinha 14 anos.

“A força e o coração do povo russo sempre me inspiraram”, disse ele. “É por isso que espero que me deixem contar a verdade sobre a guerra na Ucrânia. […] Sei que seu governo lhes disse que esta é uma guerra para ‘desnazificar’ a Ucrânia”, completou.

“Isso não é verdade. Aqueles que estão no poder no Kremlin começaram esta guerra. Esta não é a guerra do povo russo”, afirmou.

Schwarzenegger disse ainda que “o mundo se voltou contra a Rússia por causa de suas ações na Ucrânia: quarteirões inteiros foram arrasados por artilharia e bombas russas, incluindo um hospital infantil e uma maternidade”. “Por causa de sua brutalidade, a Rússia agora está isolada da sociedade das nações”, observou.

Em um apelo sincero às tropas russas, Schwarzenegger lembrou os ferimentos que seu pai sofreu enquanto lutava com os nazistas na Rússia durante a Segunda Guerra Mundial. “Ele ficou física e mentalmente destroçado e viveu o resto de sua vida com dor”, disse ele. “Para as tropas russas que estão ouvindo esta mensagem… não quero que elas sejam arrasadas como meu pai.”

“Esta não é uma guerra para defender a Rússia como a que seus avós ou bisavós lutaram”, disse ele. “Esta é uma guerra ilegal. A vida de vocês, os membros de seu corpo, seu futuro foram sacrificados por uma guerra sem sentido condenada pelo mundo inteiro.”

E, dirigindo-se diretamente a Putin, Schwarzenegger afirmou: “Você começou esta guerra. Você está liderando esta guerra. Você pode parar esta guerra”. Ele encerrou a mensagem elogiando os russos que correm o risco de ser presos por protestarem contra a guerra. “O mundo viu sua bravura”, disse a eles. “Vocês são meus novos heróis.”

Putin foi chamado de “criminoso de guerra” por sua “operação militar especial” na Ucrânia, lançada em 24 de fevereiro. Desde então, a ONU documentou mais de 500 mortes de civis e mais de 1.000 feridos civis, além de mais de 3 milhões de refugiados.

 

 

Fonte: R7,  por AFP

Foto: REPRODUÇÃO

Eu Quero a Record TV