Home » Informação » Alga tóxica pode ter causado morte de mais de 100 toneladas de peixes em rio na Europa

Autoridades da Alemanha e da Polônia confirmaram presença dos organismos nas águas do Óder, que tem uma salinidade anormal

Uma alga tóxica seria a responsável pela morte de mais de 100 toneladas de peixes no rio Óder, disseram, nesta segunda-feira (22), autoridades da Polônia e Alemanha

“As análises realizadas até agora confirmaram a presença de algas tóxicas do tipo Prymnesium parvum”, afirmou o vice-ministro polonês do Meio Ambiente, Jacek Ozdoba, no Twitter

Na Alemanha, o outro país pelo qual corre esse grande rio europeu, os últimos resultados do Instituto Leibniz e da Universidade de Viena “reforçam a suspeita de que o desenvolvimento maciço de uma alga tóxica poderia ser a causa da morte dos peixes”, afirmou um porta-voz do Ministério do Meio Ambiente, Andreas Kübler

O porta-voz ainda destacou que as causas do envenenamento em massa de peixes e mexilhões no rio são “múltiplas”

A alga em questão, também conhecida como “alga dourada”, é frequente nos estuários e geralmente se desenvolve em águas salobras, que contêm uma quantidade de sal inferior à do mar. Se a alga proliferou maciçamente na água doce do Óder, isso significa que o rio tem uma salinidade anormal, o que pode ser explicado por uma atividade industrial, afirmou Kübler

O alto nível de sal também pode ter sido provocado pelo baixo fluxo de água e pelas altas temperaturas observadas neste verão, segundo especialistas

Berlim e Varsóvia tentam esclarecer as causas dessa poluição em grande escala no rio Óder, onde, em 28 de julho, os moradores observaram pela primeira vez uma grande mortandade de peixes. Ambos os lados rapidamente suspeitaram que o fenômeno se devia à presença de substâncias químicas. A ministra polonesa do Meio Ambiente, Anna Moskwa, especificou mais tarde que até então nenhuma substância tóxica havia sido encontrada nas amostras coletadas

 

Fonte: R7 – AFP Foto: Marcin Bielecki/AFP – 15.8.2022

Eu Quero a Record TV