Home » Informação » Acidente de ônibus que levava migrantes aos EUA deixa ao menos 18 mortos na Nicarágua

Veículo, com 50 passageiros, caiu em um abismo em consequência de uma colisão; outras 34 pessoas ficaram feridas

Um acidente de trânsito que envolveu um ônibus na Nicarágua deixou ao menos 18 mortos e 34 feridos na última quarta-feira (27), de acordo com informações da imprensa internacional. O veículo levava migrantes para os Estados Unidos.

O incidente ocorreu na área conhecida como La Cucamonga, um perigoso cruzamento localizado no quilômetro 170 da rodovia Pan-Americana, no departamento de Estelí, no norte do país. As causas da tragédia estão sendo investigadas.

Reportagens relacionadas ao governo local falam de pelo menos três veículos envolvidos, incluindo o ônibus com 50 passageiros, que caiu em um abismo em consequência da colisão.

O ônibus percorria a rota de Manágua a Jalapa, município próximo à fronteira norte da Nicarágua com Honduras. As rádios oficiais Nueva Ya e La Primerísima afirmaram que entre as pessoas envolvidas no acidente há cidadãos equatorianos, cubanos e venezuelanos.

A polícia explicou que funcionários do Sistema de Emergência, composto da Polícia Nacional, Defesa Civil do Exército, Ministério da Saúde, Bombeiros Unificados, Imigração e prefeitura municipal, socorreram as vítimas.

Nas imagens divulgadas pela mídia oficial do local do acidente, moradores e bombeiros são vistos tentando mover ferros do ônibus tombado. Vídeos divulgados nas redes sociais e replicados pela imprensa mostram um homem pedindo socorro para resgatar feridos no meio da noite e outro informando que várias pessoas estavam presas dentro do veículo.

 

Os feridos foram transferidos para hospitais próximos. A Rádio La Primerísima também transmitiu em suas redes sociais imagens de pessoas em colchões que recebiam tratamento em uma unidade de saúde.

As rodovias da Nicarágua fazem parte da rota centro-americana, que migrantes de diversos países, principalmente latino-americanos, utilizam para se deslocar para o norte do continente, com os Estados Unidos como destino final, em busca de melhores condições de vida.

 

Fonte: R7, com AFP Foto: REPRODUÇÃO/TWITTER

Eu Quero a Record TV