Executivo será substituído pelo atual diretor de tecnologia da empresa, Parag Agrawal; o motivo da saída não está claro

O empresário Jack Dorsey deixará o cargo de CEO do Twitter e será substituído pelo diretor de tecnologia da empresa, Parag Agrawal, comunicou a companhia nesta segunda-feira (29). Apesar de Dorsey ter se pronunciado sobre a decisão, o motivo da saída não ficou exatamente claro.

“Decidi deixar o Twitter porque acredito que a empresa está pronta para deixar seus fundadores”, afirmou ele em um comunicado.

Segundo o portal de notícias americano CNBC, Dorsey enfrentou uma queda no ano passado, quando o bilionário Paul Singer, fundador da empresa de gerenciamento de investimentos Elliott Management, tentou substituí-lo. Como Dorsey é CEO também da Square, sua empresa de pagamentos digitais, Singer questionou se o executivo deveria chefiar as duas empresas e pediu  que ele deixasse o cargo de CEO de uma delas. Não há evidências, no entanto, de que o ocorrido tenha relação com a renúncia de Dorsey.

Agraw, que agora ocupa a posição mais alta dentro da empresa, terá que cumprir os “objetivos internos agressivos” do Twitter, como atingir a meta de 315 milhões de usuários ativos diários monetizáveis até o fim de 2023 e pelo menos dobrar sua receita atual nesse ano. Diretor do Twitter desde 2017 e funcionário da empresa há mais de dez anos, ele era responsável até então pela estratégia de inteligência artificial e aprendizado de máquina.

 

Fonte: TECNOLOGIA E CIÊNCIA | Do R7