Home » Destaque » Rússia decide bloquear Instagram

Rede social passou a permitir postagens violentas contra o presidente e os soldados do país

A Meta também controla o Facebook, cujo acesso foi bloqueado pelo governo da Rússia na semana passada. A repressão ao gigante da mídia social limitará ainda mais o acesso da maioria dos russos a informações externas sobre a guerra, aumentando a influência da mídia estatal.

Uma legislação aprovada pelo governo russo na semana passada, estabelece 15 anos de prisão para quem compartilhar “informações falsas” sobre a guerra no país.

Liberação do discurso de ódio

Segundo a agência de notícias Reuters, a Meta enviou aos moderadores um e-mail comunicando a liberação das mensagens que feririam a “política de discurso de ódio”.

“Estamos emitindo um subsídio de espírito da política para permitir discurso violento que de outra forma seria removido sob a política de discurso de ódio quando: (a) alvejar soldados russos, exceto prisioneiros de guerra, ou (b) alvejar russos onde é claro que o contexto é a invasão russa da Ucrânia”, escreveu no e-mail.

“Como resultado da invasão russa à Ucrânia, temporariamente permitimos formas de expressão política que normalmente violariam nossas regras, como discurso violento como ‘morte aos invasores russos’”, disse um porta-voz da Meta em comunicado, segundo Reuters. “Ainda não permitiremos apelos que peçam à violência contra civis russos.”

 

 

Fonte: Revista Oeste, por Artur Piva

Foto:

Eu Quero a Record TV