Home » Destaque » Grêmio e Bahia caem para a Série B do Campeonato Brasileiro

Times terminaram com 43 pontos; Cuiabá e Juventude, que também estavam ameaçados, se salvaram na última rodada

Grêmio e Bahia lutaram até o fim, mas foram rebaixados à Série B com os resultados da 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Grêmio venceu o Atlético-MG (4 a 3), na Arena em Porto Alegre, mas os demais placares não ajudaram; já o Bahia perdeu para o Fortaleza (2 a 1), no Castelão, e também se despediu da elite do futebol nacional. Todos os jogos aconteceram nesta quinta-feira (9), no mesmo horário, justamente para que não houvesse favorecimento de uma ou outra equipe

Além de Grêmio e Bahia, Sport e Chapecoense também caíram para a Série B do campeonato nacional. Na contramão dessas equipes, BotafogoGoiásCoritiba e Avaí subiram para a Série A.

 

Rebaixados para a Série B

17º – Grêmio – 43 pontos | 12 vitórias
18º – Bahia – 43 pontos | 11 vitórias
19º – Sport – 38 pontos | 9 vitórias
20º – Chapecoense – 15 pontos | 1 vitória

Grêmio x Atlético-MG

Bicampeão brasileiro (1981 e 1996), o Grêmio entrou em campo pressionado pela sua própria história. O time que tem a tradição de imortal já tinha vivido o drama da queda em outras duas oportunidades (1991 e 2004) e não queria viver outro vexame. Mas eram precisos três resultados favoráveis. Além da própria vitória, tinha que torcer por derrotas de Bahia e de Juventude, que venceu o Corinthians.

Para evitar esse vexame, o Grêmio fez três gols logo no primeiro tempo, com Diego Souza (duas vezes) e Campaz; mas Dodô e Vargas diminuíram. O clima que já era ruim, ficou ainda pior na Arena em Porto Alegre, à medida em que os quase 35 mil torcedores tomavam conhecimento dos demais resultados da rodada.

Nem mesmo quando Douglas Costa ampliou, a situação ficou mais tranquila. O jogador, que chegou a pedir para não jogar a partida, alegando que gostaria de participar da festa do seu casamento, marcou um golaço e acenou com as mãos para torcida, em claro sinal de que pode deixar o clube. Na parte final, Borja ainda isolou um pênalti que não deixou Jhonata Robert.

Após o apito que decretou a vitória do Grêmio, a equipe ainda teve de esperar oito minutos no gramado para saber como seriam os demais resultados. As combinações não foram suficientes e o rebaixamento foi confirmado sobre os gritos de apoio e choro da torcida.

Juventude x Corinthians

Como precisava da vitória de qualquer forma, o Juventude pressionou o Corinthians desde os primeiros minutos e venceu a partida por 1 a 0, no Alfredo Jaconi. Os comandados de Jair Ventura foram para cima do time misto de Sylvinho. Faltou, no entanto, um maior capricho para vencer o goleiro Cássio.

A etapa complementar não teve o mesmo ímpeto dos donos da casa. Em determinados momentos, a partida ficou um tanto truncada. Para ficar tudo ainda mais dramático, o árbitro marcou mão de Gabriel Pereira dentro da área. Na cobrança, Chico Kim marcou e garantiu a equipe na primeira divisão.

Fortaleza x Bahia

Na briga para se manter vivo na Série A, o Bahia estava disposto a fazer a lição de casa, ainda que tardiamente, uma vez que uma vitória simples já o livraria da queda. O meia Rodriguinho abriu o placar, mas, já nos acréscimos, depois de alguma enrolação no VAR, Wellington Paulista empatou também de pênalti.

No segundo tempo, adivinhe? Outro pênalti. Depois de enrolação ainda maior no VAR, Yago Pikachu venceu Danilo Fernandes e virou a partida. A derrota rebaixou o Bahia, campeão em 1988, pela terceira vez (1997, 2003, 2014)

Santos x Cuiabá

Dos quatro que chegaram ameaçados à última rodada, o Cuiabá era quem tinha a vida mais tranquila. O time, que precisa só de um empate na Vila Belmiro, marcou ainda no primeiro tempo com Marllon e ficou em uma situação ainda mais confortável.

A aparente tranquilidade na tabela fez a equipe visitante relaxar. O Santos, de olho também em se desperdir em alto da competição, marcou com o lateral-esquerdo Lucas Braga e deixou tudo igual: 1 a 1.

 

Fonte: R7

Foto: CARLA CARNIEL/REUTERS – 5.12.2021

 

Eu Quero a Record TV